Central Única dos Trabalhadores

Sonegômetro RS é lançado pelo Afocefe para registrar perdas com sonegação de impostos

14 dezembro, segunda-feira, 2015 às 3:54 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

12347752_943093512436755_5216995005147007218_n

12347752_943093512436755_5216995005147007218_n

O Afocefe Sindicato lançou na manhã de sexta-feira, 11, o Sonegômetro RS. Inspirado no contador desenvolvido pelo Sindicato Nacional dos Procuradores da Fazenda Nacional (Sinprofaz), que registra estima o quanto o País perde com a sonegação de impostos, o Sonegômetro gaúcho mostra, em tempo real, os valores que Estado deixa de arrecadar devido a sonegação de ICMS.

11140048_943092359103537_6209365611796042467_n

Vice-presidente da CUT, Marizar Mansilha de Melo, acompanhou a atividade

Para a imprensa, deputados, dirigentes e representantes de entidades empresariais e de classe, o presidente do Afocefe, Carlos De Martini Duarte, apresentou os números estaduais, que registra perda de R$ 6.8 bilhões com a sonegação de ICMS, de janeiro de 2015 a 11 de dezembro. A estimativa é que até 31 de dezembro, o Estado deixe de arrecadar 7.9 bilhões. Os números representam o dobro do déficit financeiro do Estado.

”O Sonegômetro é um instrumento de cidadania, que promove a transparência e mensura em tempo real os prejuízos ao Estado por falta de uma política efetiva de combate à sonegação, gerada por um modelo de fiscalização insuficiente”, disse De Martini.

Na visão do presidente do Afocefe, sonegar é crime, mas é também crime o Estado fazer empresas competirem com sonegadores. A diretora do Sinprofaz, Iolanda Guidani, relatou o processo de criação do Sonegômetro nacional, destacando que foi desenvolvido para fazer um contraponto ao impostômetro. Ela elogiou a iniciativa do Afocefe em lançar o contador estadual e a ação propositiva da entidade em levar esta discussão á sociedade.

12359864_943092669103506_6490354825726325160_n

Sonegômetro mostra valores que Estado deixa de arrecadar devido a sonegação

A cerimônia contou com a presença dos deputados Luís Fernando Mainardi (PT), Júnior Piaia (PCdoB) e Altemir Tortelli (PT), presidente do Senge, Alexandre Wollmann, vice-presidente Fecomércio, Andre Roncatto, vice-presidente da Febrafisco, Guilherme Campos, vice-presidente da CUT, Marizar Mansilha de Melo, ex-deputada e coordenadora da bancada do PSOl na Assembleia Legislativa, Luciana Genro, presidente dos Funcionários Efetivos e Estáveis da Assembleia Legislativa, Flávio DallÁgnol, vice-presidente do Sindicirgs, Vera Rejane Gonçalves.

O contador pode ser acessado no site www.sonegometro-rs.org.br e no site do Afocefe, www.afocefe.org.br. Logo em seguida, o painel Sonegômetro ICMS – RS estará em locais estratégicos nas vias públicas.

 

 

Fonte: Afocefe