Central Única dos Trabalhadores

SINDJORS repudia ataques a jornalistas na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul

27 janeiro, quarta-feira, 2016 às 4:44 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

21615ff211c60b43d866a2b2bca320da_L

21615ff211c60b43d866a2b2bca320da_L

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul (SINDJORS) manifesta, publicamente, toda sua contrariedade com os ataques a profissionais da imprensa que acompanhavam palestra do deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), na Assembleia Legislativa do Estado, nesta terça, dia 26 de janeiro. Jornalistas de diversos veículos foram agredidos verbal e fisicamente, ameaçados, coagidos e caluniados por militantes pró Bolsonaro enquanto tentavam fazer seu trabalho, dentro do Teatro Dante Barone.

O SINDJORS entende que todo o cidadão tem o direito de se manifestar livremente,  porém não pode admitir que jornalistas que atuam para melhor esclarecer a população se tornem alvo de qualquer grau de violência ou do cerceamento ao seu trabalho. Ao mesmo tempo, se coloca contra qualquer forma de discurso de ódio, preconceito ou outra manifestação que incite a violência ou a discriminação.

Também questiona o número reduzido de seguranças no local, que permitiram as agressões contra os repórteres e entre manifestantes.

A liberdade de imprensa e a liberdade de expressão são pilares da democracia e o papel dos jornalistas é fundamental para a garantia do Estado Democrático de Direito. É necessário apoio incondicional aos profissionais da comunicação, de forma que possam cumprir sua função de informar à sociedade sem o risco de serem agredidos física ou moralmente.

 

Fonte: Comunicação / SINDJORS