Central Única dos Trabalhadores

Sindicato celebra Dia do Jornalista e resistência com live nesta quarta

7 abril, quarta-feira, 2021 às 5:49 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Santiago e jornalistas

Santiago e jornalistas

Dia do Jornalista, celebrado em 7 de abril, foi criado pela ABI – Associação Brasileira de Imprensa, em homenagem a Giovanni Battista Líbero Badaró, médico e jornalista, assassinado em novembro de 1830, por inimigos políticos.

Líbero Badaró militava pela Independência do Brasil e consequente fim da monarquia. Isso aponta que a política e o jornalismo vêm andando juntos, especialmente desde as primeiras publicações, que serviam como espaço de manifestação política.

Desde o período colonial, quando surgiram as publicações mais marcantes da história, o papel do jornalista tem sido o de mediar a relação entre os acontecimentos e a sociedade. Informar para libertar. Inquietar e indignar. São os jornalistas que se posicionam na linha de frente da luta pela liberdade, tratando das questões políticas, econômicas e sociais.

Assim, o jornalismo se une à democracia, por meio da liberdade de imprensa, atividade considerada essencial, pelo Governo Federal, desde o início da pandemia de 2020/2021 – que atinge o mundo todo, mas que, no Brasil, ganha contornos políticos graves.

As tentativas de silenciar a imprensa, censurar as notícias, conduzir a forma, sempre estiveram presentes na história do jornalismo. Períodos obscuros pelos quais passou a sociedade brasileira foram, pela imprensa, denunciados e combatidos. Muitos jornalistas deram a vida pela verdade. A todos eles, nosso profundo respeito.

Neste dia 7 de abril, o Sindjors realiza uma live, para falar sobre jornalismo, as mudanças, a responsabilidade, a valorização, a cobertura da pandemia, as fake news e a importância da informação de qualidade para a sociedade e a liberdade de imprensa.

Para o bate-papo, estão confirmados o jornalista, radialista e advogado Cláudio Brito, que completa 50 anos de filiação ao Sindjors, neste ano; e a jornalista Naira Hofmeister, chefe de reportagem no Grupo Matinal Jornalismo. A partir das 19 horas, com transmissão ao vivo pelo facebook (@sindicato.jornalistas), os jornalistas também poderão interagir com o público.

Apesar das dificuldades, dos constantes ataques aos jornalistas, da luta pela verdade, pelo direito de informar e contra as fake news, o Sindjors garante que há motivos para comemorar: nossa força para resistir.

Dia do jornalista

 

Fonte: Sindicato dos Jornalistas do RS