Central Única de Trabalhadores

Prazo para aposentados provarem que estão vivos termina no dia 28 de fevereiro

9 fevereiro, sexta-feira, 2018 às 6:42 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

7f38e55a111a989d0db6d2afd0adf3db

7f38e55a111a989d0db6d2afd0adf3db

Os aposentados e as aposentadas têm até o dia 28 de fevereiro para fazer comprovação de vida, se não quiserem ter o pagamento do benefício interrompido pelo governo golpista e ilegítimo de Michel Temer.

Segundo a Secretaria de Previdência, do Ministério da Fazenda, dos mais de 34 milhões de aposentados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mais de quatro milhões de pessoas ainda não realizaram a comprovação de vida, obrigatória para todos os trabalhadores que recebem por conta corrente, conta poupança ou cartão magnético.

Só em São Paulo, mais de um milhão de pessoas podem ficar sem o pagamento da aposentadoria, seguidos por Minas Gerais, com mais de 600 mil e Rio de Janeiro, com mais de 468.740 pessoas que ainda não fez a comprovação de vida.

Não é necessário ir à Agência da Previdência Social. A comprovação de vida é realizada diretamente no banco em que o segurado recebe o benefício mediante a apresentação de um documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação e outros).

Os aposentados que não puderem ir até às agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador devidamente cadastrado no INSS.

Os trabalhadores e trabalhadoras aposentadas que residem no exterior também podem realizar a comprovação de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS ou por meio de documento de prova de vida emitido por consulado, bem como pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS, que está disponível no site da Repartição Consular Brasileira ou no site do INSS.

 

Fonte: CUT Nacional