Central Única de Trabalhadores

União dos servidores será fundamental para enfrentarmos a turbulência do próximo período – Marizar de Melo

23 janeiro, quarta-feira, 2019 às 2:43 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Marizar na assembleia

Marizar na assembleia

Os servidores e empregados públicos federais não devem alimentar esperanças de que o próximo período será fácil. Os desafios em 2019 não são poucos e apenas a nossa unidade fará a diferença para enfrentarmos as políticas neoliberais que visam sucatear o serviço público.

Desde 2016, uma das maiores lutas nos últimos anos e que segue como uma pedra no nosso sapato é a Emenda Constitucional (EC) 95/16, que congela investimentos públicos por 20 anos e engessa o orçamento da União. Falando nisso, outro aspecto que é preciso ressaltar é que no orçamento 2019, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski teve que garantir os reajustes, que já estavam previstos em leis de 2016 e 2017.

Além disso, nossa Confederação (Condsef/Fenadsef) já apresentou a projeção de uma árdua campanha salarial para 2019, em que deve cobrar a reposição de salários congelados há pelo menos dois anos na maioria das categorias do Executivo Federal.

Diante deste cenário que impõem inúmeros desafios, o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos Federais do RS reforça seu compromisso com a categoria e com o serviço público de qualidade. Não pouparemos esforços para defender a democracia, vital para o desenvolvimento do país como uma nação soberana, e contra qualquer forma de retrocesso e sucateamento do funcionalismo.

Quando um governo ataca os servidores, quem se prejudica é o conjunto da sociedade. Para abrirmos os olhos dos nossos governantes, a unidade e capacidade de mobilização dos servidores em conjunto com os demais trabalhadores brasileiros será determinante.

 

 

Marizar Mansilha de Melo é secretário geral do Sindiserf/RS, secretário-geral adjunto da Condsef/Fenadsef  e vice-presidente da CUT-RS.

 

 

Fonte: Sindiserf/RS