Central Única dos Trabalhadores

Desgoverno, o Brasil asfixiado – Virgínia Berriel

19 janeiro, terça-feira, 2021 às 11:33 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Virgínia

Virgínia

247 - Quantos brasileiros mais precisarão morrer para as autoridades tomarem providências? A inércia e o silêncio são ensurdecedores. As orientações da OMS e dos infectologistas foram ignoradas pela população devido a incompetência e ao negacionismo do governo federal.

A falta do isolamento socialadequado e a chegada de uma nova variante da Covid-19, podem levar o Brasil ao caos vivido em Manaus. Todos que se calam diante da barbárie são cúmplices.A Covid-19 levou a óbito mais de 2 milhões de pessoas no mundo. Esse triste número é assustador e mostra o quanto essa doença é letal.

No Brasil já ultrapassamos 210 mil mortes. Logo, pelo ritmo acelerado e desenfreado da doença, sem as medidas de isolamento que foram tomadas mundo afora, chegaremos a 250 mil vítimas. Nenhum governante deveria brincar com a vida da população como fizeram Trump, nos EUA, e Bolsonaro no Brasil. Não foi apenas brincadeira ou deboche. 

O que fez o presidente do Brasil foi crime, portanto, ele precisa responder pelos seus crimes. Não apenas por dizer que era “apenas uma gripezinha”; ou por ter promovido aglomerações inúmeras vezes sem máscara; ou, ainda, por ter feito propaganda da cloroquina e orientado a que o medicamento fosse receitado aos pacientes – medicamento que já foi comprovado não tem nenhuma eficácia no combate à doença, mas pode até levar a morte pacientes com determinadas comorbidades.

Bolsonaro mentiu e debochou dos brasileiros inúmeras vezes. Praticou e propagou fake news. Ignorou solenemente que estamos vivendo uma onda muito mais agressiva da doença. Abandonou a população de Manaus e todo o Brasil à morte, seja por Covid-19 seja pelo fim do Auxílio Emergencial o que, certamente, pode matar muitos brasileiros de fome.

Os crimes cometidos por Bolsonaro são contra a humanidade. São irreparáveis porque ceifaram milhares e milhares de vidas que poderiam, e deveriam ter sido evitadas se não existissem o negacionismo, a incompetência, e se ele agisse como um chefe de Estado, não como o chefe de milícia.

É necessário destacar que Bolsonaro apenas politizou a doença e a vacina. Ao invés de indicar um Ministro da Saúde médico, ele manteve um general, mais incompetente e inábil que ele, além de ter mantido em cargos estratégicos e técnicos no Ministério da Saúde mais de 21 militares que nada entendem de saúde.

A Covid-19 chegou no Brasil depois de ter passado por diversos outros países. O governo brasileiro teve tempo para se organizar. Deveria ter sido o primeiro a ter a vacina e estar vacinando a população brasileira. Duas vacinas foram aprovadas pela Anvisa: 

CoronaVac e AstraZeneca. A ciência, sem dúvida, foi vencedora. Tanto o Instituto Butantan quanto a Fiocruz já estão produzindo as vacinas, mas, evidentemente, dependem de investimentos e dos insumos e matéria prima necessários.

O processo de aplicação não vai ser tão rápido como todos nós esperamos. Faltou gestão por parte do governo federal, que não organizou um programa nacional de vacinação eficaz. Até para a imunização o negacionismo foi disseminado. O próprio presidente foi à mídia dizer que ele não tomaria a vacina e nenhum brasileiro poderia ser obrigado a se vacinar. Faltou, sobretudo, o tão necessário isolamento social, tão clamado pelos infectologistas. Infelizmente isso possibilitou o aumento espantoso da doença, que já adquiriu outras variantes, inclusive no Brasil.

E mesmo com a vacina não sabemos como será o grau de imunidade esperada no caso das variantes. Nós estamos em guerra contra um vírus letal, o governo do outro ladoestá rindo da cara da população com escárnio. O que está acontecendo em Manaus, com os hospitais sobrecarregados, com falta de tudo, além do oxigênio, poderá acontecer em outros estados.

Precisamos destacar a solidariedade das pessoas e da Venezuela. A Justiça tem que agir rapidamente. Primeiro para fazer valer as orientações da OMS, com o isolamento e lockdown imprescindíveis. E,depois, para fazer julgar o governo pelos crimes contra a humanidade.

Mas não é só isso. O Congresso, os presidentes da Câmara e do Senado precisam agir. É necessário que façam tramitar os 60 pedidos de impeachment do Governo Bolsonaro – o pior governo do mundo. 

Em defesa das medidas de isolamento, da vacina gratuita para todos e todas, do auxílio emergencial, dos empregos e da vida de todos os brasileiros e brasileiras; em defesa do Brasil que está asfixiado, não pode morrer, precisa respirar, esse governo têm que cair. A justiça é para todos, inclusive para o presidente e seus filhos.

 

Virgínia Berriel é jornalista e diretora executiva da CUT Brasil

 

Fonte: Brasil 247

Comentários

  1. Conoscienti & Ledbetter…

    Pretty great post. I simply stumbled upon your blog and wished to say that I have truly enjoyed browsing your weblog posts. In any case I’ll be subscribing to your rss feed and I hope you write again soon!…

  2. biz.com.cy disse:

    biz.com.cy…

    I like this post, enjoyed this one thanks for putting up….

  3. magnitt.com disse:

    magnitt.com…

    Excellent beat ! I would like to apprentice whilst you amend your web site, how could i subscribe for a weblog site? The account helped me a acceptable deal. I have been a little bit acquainted of this your broadcast offered vibrant transparent idea….