Central Única de Trabalhadores

“Não haverá democracia sem democratização da comunicação”, salienta FNDC na abertura do 1º EGDC

28 outubro, sábado, 2017 às 1:02 am

Comentários    Print Friendly and PDF

EGDC abertura

EGDC1

Com auditório lotado, foi aberto no início da noite desta sexta-feira (27) pela coordenação do Comitê Gaúcho do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) o 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação (EGDC), na Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre.

O evento conta com o apoio da Fabico da UFRGS e várias entidades sindicais e movimentos sociais, e continua neste sábado, das 9h30 até as 18h, no mesmo local.

O presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, lembrou o esforço das entidades para a realização do encontro e salientou o período de resistência que enfrentamos. “Eventos como esse são importantes para tirarem diretrizes e encaminhamentos sobre esse assunto fundamental para a democracia”, disse.

EGDC3

“É um momento muito importante para falarmos sobre democracia e comunicação”, declarou o presidente do Sindicato dos Jornalistas do RS, Milton Simas Júnior. Ele citou os mais diversos ataques à imprensa, desde a não obrigatoriedade do diploma para exercer a profissão de jornalista até a visita na última segunda-feira (23) do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, ao governador José Ivo Sartori (PMDB) no Palácio Piratini. “Sabemos que a pauta é o desmonte das fundações”.

“Estamos dentro de uma faculdade de comunicação e é aqui dentro que se aprende ética e postura de jornalista, que se formam profissionais para uma atuação digna e não subserviente”, salientou Milton.

A vice-diretora da Fabico da UFRGS, professora Ilza Maria Tourinho Girardi, falou da satisfação de sediar esse evento que “trata da comunicação como um direito fundamental para a democracia e o desenvolvimento da sociedade”.

EGDC abertura

Representando a coordenação nacional do FNDC, Beth Costa elencou alguns momentos dos 26 anos de Fórum. “Neste período, tivemos algumas vitórias e muitas derrotas”, ressaltou. Para ela, uma das maiores vitórias foi a mudança de consciência das pessoas diante dos monopólios e oligopólios da mídia.

“É muito importante esse encontro para inspirar outros estados e, sobretudo, para tirarmos encaminhamentos sobre o tema. Pois não haverá democracia sem a democratização dos meios de comunicação”.

O encontro é dedicado ao saudoso jornalista Daniel Herz, um dos fundadores do FNDC, que receberá uma homenagem especial neste sábado.

 

 

Fonte: CUT-RS com Comitê Gaúcho do FNDC.