Central Única de Trabalhadores

Municipários decidem entrar em greve contra projetos de Marchezan a partir do dia 18

12 junho, terça-feira, 2018 às 10:20 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Simpa assembleia

 

 

Em assembleia realizada na noite desta terça-feira (12), os municipários de Porto Alegre decidiram entrar em greve na próxima segunda-feira (18), data em que os projetos do prefeito Nelson Marchezan Jr (PSDB), que atacam os direitos e a carreira dos servidores, começam a ser apreciados pelo plenário da Câmara de Vereadores. Também foi definida realização de nova assembleia na próxima terça-feira (19), às 14h, na Casa do Gaúcho.

A assembleia também decidiu:

– Realizar reunião do comando de greve aberta, com deliberação dos Cores, nesta quinta-feira (14), às 18h30, no Simpa;

– Realizar ato na segunda-feira (18), no Paço Municipal, às 9h, com almoço e, depois, caminhada até a Câmara;

– Realizar ato na terça-feira (19), a partir das 9h, no HPS, com caminhada até o Paço.

Votação Simpa

A paralisação dos municipários é uma resposta da categoria à falta de respeito e de diálogo de Marchezan com o funcionalismo, contra a aprovação dos projetos – que tramitam em regime de urgência –, contra a falta de reajuste – desde o ano passado, o prefeito não concede a reposição salarial aos servidores e já sinalizou que não dará neste ano, apesar de obrigatório por lei – e contra os parcelamentos salariais, inclusive do 13º.

No último dia 6, o plenário da Câmara rejeitou, por 21 votos a 13, o relatório aprovado na CCJ contrário à tramitação em regime de urgência, solicitada pelo prefeito e aceita pelo presidente da Câmara, vereador Valter Nagelstein (MDB), sem consulta ao plenário. Desta maneira, os projetos estarão em pauta a partir do dia 18.

Simpa assembleia

 

Fonte: Simpa