Central Única dos Trabalhadores

Metalúrgicos da John Deere aprovam adesão ao PPE em Horizontina

22 outubro, quinta-feira, 2015 às 4:25 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

eco_38285-377852

eco_38285-377852

Os metalúrgicos da John Deere, de Horizontina, aprovaram na tarde desta quarta-feira (21) o a proposta de adesão ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE). Durante o dia foram realizadas assembleias na sede do sindicato.

De acordo com Jorge Ramos, vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina, a medida é positiva, uma vez que preserva o emprego de 300 trabalhadores.

Com isso, a partir de 1º de dezembro, 927 dos cerca de 1,5 mil trabalhadores da unidade terão a jornada de trabalho reduzida em 30% com diminuição do salário pelo prazo de cinco meses.

O resultado da votação foi o seguinte:

- Votos a favor: 695 (76,12%)
- Votos contra: 215 (23,54%)
- Votos brancos: 03 (0,3%)
- Total de votantes: 913

O PPE foi lançado este ano pelo governo federal, através de Medida Provisória já aprovada na Câmara dos Deputados, que permite a redução de em até 30% da jornada de trabalho, com diminuição em até 30% do salário, sendo que o governo arcará com 15% usando recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

“Se não fosse aprovado, segundo a empresa, chegaria a esse número de 300 demissões em Horizontina. Como são cinco meses, talvez até lá a situação se normalize, e a produção retome a força”, afirma Ramos.

O dirigente sindical comenta que a produção, que, há poucas semanas, ocorria em dois turnos intermediários, que englobavam manhã, tarde e noite, passou a ser feita em turno normal, em horário comercial. “Nas colheitadeiras, por exemplo, no ano passado, produziam-se 23 unidades por dia, número que, neste ano, está em torno de nove”, disse.

Segundo a John Deere, a redução em todas as linhas está em cerca de 30% neste ano.

 

 

Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de Horizontina