Central Única de Trabalhadores

Metalúrgicos da CUT marcam plenárias regionais para discutir resistência à Reforma Trabalhista

13 novembro, segunda-feira, 2017 às 4:17 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Trabalhar até morrer3

Trabalhar até morrer3

Para debater ações unificadas e assegurar direitos da categoria em todo o país, a Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT) está realizando plenárias regionais para discutir a resistência à reforma trabalhista imposta pelo governo golpista.

O objetivo, segundo o secretário geral da CNM/CUT, Loricardo de Oliveira, é o de avaliar a fundo os impactos das mudanças na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) sobre os direitos dos assalariados e sobre a organização sindical. “Os sindicalistas devem estar bem preparados para conscientizar os trabalhadores sobre a ameaça a seus direitos e a importância da mobilização e dos sindicatos para resistir aos ataques patronais”, assinalou.

“A proposta das plenárias foi aprovada no seminário de planejamento da direção da Confederação, no início de outubro, que contou também com a presença de dirigentes das federações e de vários sindicatos da categoria”, completou Loricardo, lembrando ainda que as entidades de metalúrgicos estão participando de todas as mobilizações convocadas pela CUT.

Na semana passada, foram realizadas plenárias em Porto Velho (RO), no dia 8, e em Joinville (SC), no dia 10.

Confira o calendário das próximas plenárias:

• Dia 16/11 – Plenária Regional do Nordeste (em Natal/RN)

• Dia 21/11 – Plenária Regional do Sul de Minas Gerais (em Pouso Alegre)

• Dia 23/11 – Plenária Estadual do Amazonas (em Manaus)

• Dia 28/11 – Plenária Regional do Vale do Aço (em Timóteo)

• Dia 29/11 – Plenária Estadual do Rio Grande do Sul (em Porto Alegre)

• Dia 01/12 – Plenária em Concórdia (SC)

• Dia 02/12 – Plenária Regional Belo Horizonte e Região (MG)

 

 

Fonte: Sindicato dos Metalúrgicos do ABC