Central Única de Trabalhadores

Lei da terceirização irrestrita: como votaram os parlamentares gaúchos

3 setembro, segunda-feira, 2018 às 5:56 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Terceirização1

 

Terceirização1

A Lei nº 13.429/2017, conhecida como a lei da terceirização irrestrita, permite a contratação de trabalho temporário nas atividades meio e  fim das empresas. O objetivo é reduzir as despesas de pessoal, precarizando o trabalho e aumentando os lucros dos empresários.

O projeto de lei original  foi enviado ao Congresso Nacional pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB), em 1998. Na época, a proposta já havia sido aprovada pela Câmara e, ao passar pelo Senado, sofreu alterações. De volta à Câmara, o texto foi arquivado a pedido do ex-presidente Lula, em 2003.

Após o golpe que depôs a presidenta Dilma Rousseff (PT), o projeto foi desarquivado e voltou a tramitar na Câmara, sendo aprovado por 231 votos favoráveis e 188 contrários, em 22 de março de 2017. Na bancada gaúcha teve 11 votos a favor  e 15 contra.

A legislação foi sancionada pelo presidente golpista Michel Temer (MDB) no dia 31 de março de 2017.

Confira como votaram os deputados gaúchos

A favor da lei da terceirização irrestrita

Contra a lei da terceirização irrestrita

 

 

Fonte: CUT-RS e Simpro-RS