Central Única de Trabalhadores

Lançada na Assembleia Legislativa cartilha que alerta para câncer de próstata

18 novembro, quarta-feira, 2015 às 9:44 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Cartilha da Prostata

Cartilha da Prostata

No Brasil, o câncer de próstata mata cerca de 14 mil homens por ano. É o segundo mais comum entre os homens, e fica atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Em números absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres.

Para fazer um alerta sobre o problema, que normalmente se desenvolve de forma silenciosa, a Comissão de Saúde e Meio Ambiente da Assembleia Legislativa lançou a Cartilha Câncer de Próstata, em evento realizado nesta terça-feira (17) no Salão Júlio de Castilhos do Palácio Farroupilha, em Porto Alegre.

O dia 17 de novembro foi escolhido como data de lançamento por ser o dia Mundial e Nacional de Combate ao Câncer de Próstata. “É um alerta aos gaúchos para o crescimento desta doença entre os homens. Sete novos casos da doença surgem a cada hora, mas podemos diminuir estes casos se procuramos disseminar o processo de prevenção”, diz o deputado Edegar Pretto (PT), vice-presidente da Comissão de Saúde.

Neste sentido, a cartilha traz informações básicas sobre o que é a próstata, quais são os fatores de risco para o câncer de próstata, os primeiros sintomas, hábitos que podem prevenir o surgimento do câncer, exames preventivos como PSA e Exame de Toque e tratamento se for constatado o câncer de próstata.

Durante o lançamento foi destacado que, em caso de surgimento de qualquer sintoma, é fundamental procurar orientação médica com a maior brevidade possível, pois alguns tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte.

Ao todo, foram impressos cinco mil exemplares da cartilha, que tem 20 páginas e foi elaborada pela equipe técnica da Comissão de Saúde e Meio Ambiente, presidida pelo deputado estadual Valdeci Oliveira.

O evento contou com presença da deputada Liziane Bayer (PSB), servidores da Casa e convidados.

Novembro Azul

 

Fonte: PT Sul