Central Única de Trabalhadores

Greve nacional de três dias dos educadores inicia com forte mobilização no Rio Grande do Sul

15 março, terça-feira, 2016 às 6:10 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Cpers3

Cpers3

No primeiro dia da Greve Nacional chamada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), os professores e funcionários de escola dos Núcleos do Cpers-Sindicato fizeram nesta terça-feira (15) atos, plenárias regionais, visitas às escolas por todo o Rio Grande do Sul para denunciar à população o desrespeito do governo Sartori com os educadores e a educação pública gaúcha.

Em Porto Alegre, o 39º Núcleo , juntamente com representantes de 10 escolas,  realizaram ato em frente a Secretaria Estadual de Educação (Seduc). Os representantes das escolas estaduais entregaram o quadro funcional organizado pelas escolas, com a autonomia de cada instituição, com 14 a 15 períodos e não 16 períodos como as Coordenadorias de Educação estão pressionando as direções das escolas.

Os educadores foram recebidos pela coordenadora da 1ª CRE, Sônia D’ Avila e a coordenadora adjunta, Jurema Garzella, que se comprometeram em levar até o secretário de Educação Vieira da Cunha as reinvindicações sobre as horas/atividades.

À tarde, os Núcleos 38º e 39º, de Porto Alegre, realizaram novo ato público na Praça da Matriz. Participaram das atividades a ATEMPA, Sindicatos de Educadores Municipais da Região, além de dezenas de educadores dos Núcleos.

Interior do Estado

Em Santa Maria, dezenas de educadores realizaram ato em frente a 8ª Coordenadoria de Educação. Os professores e funcionários de escola entregaram o quadro funcional de diversas escolas.

No Núcleo de Erechim professores e funcionários de escola de seis instituições reuniram-se na E.E.E.F. Érico Verissimo, no município de Jacutinga. Também foram realizadas plenárias nos municípios que abrangem o Núcleo.

Erechim

No 33º Núcleo, São Luiz Gonzaga, a direção do Núcleo visitou às escolas que não paralisaram para conversar com os educadores sobre a importância da paralisação.

No 30º Núcleo – Vacaria, os educadores reuniram-se na sede do Sindicato, às 10h para a Assembleia Regional.

No 17º Núcleo – Bagé realizou Assembleia Regional às 15h, na Câmara de Vereadores da cidade.

Os Núcleos 9º e 40º – Santo Ângelo e Palmeira das Missões também realizaram Assembleias Regionais na tarde desta terça-feira.

Cpers2

Mobilizações continua

A agenda de ações dos Núcleos seguem nesta quarta e quinta-feira, dias 16 e 17. Professores e funcionários de escola mobilizados mostram a força da categoria e protestam pelo cumprimento da Lei do Piso; contra a terceirização, contra a entrega das escolas às organizações sociais (OSs), contra o parcelamento dos salários, contra a militarização de escolas públicas, contra a reorganização das escolas.

Na sexta-feira, dia 18, será realizada a Assembleia Geral do Cpers-Sindicato, no Gigantinho (Avenida Padre Cacique, 891, bairro Praia de Belas, em Porto Alegre), com a primeira convocação às 12h30 e a segunda às 13h. Nesse dia, professores e funcionários de escola de todo o Rio Grande do Sul irão definir os rumos da greve do magistério gaúcho.

Clique aqui para ver o chamado da presidenta do Cpers-Sindicato, Helenir Shürer.

Cpers4

 

Fonte: Cpers-Sindicato