Central Única de Trabalhadores

Governo Sartori cria impasse e negociação com Semapi não avança

20 novembro, sexta-feira, 2015 às 7:09 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Semapi negocia

O governo do Estado apresentou nesta quinta-feira (19) a sua contraproposta para a data-base dos trabalhadores representados pelo SEMAPI, que prevê, entre outros pontos, convenções coletivas separadas e apenas o reajuste pela metade do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

O SEMAPI repudiou a proposta, que divide a categoria, e ratificou tudo o que foi defendido na última reunião de negociação.

Os representantes do governo começaram a reunião sugerindo quatro acordos em separado: um para ASCAR-EMATER/RS, outro para UERGS, outro para FASE e FPE e um para todas as demais Fundações.

O SEMAPI rechaçou essa proposta e destacou que isso fragmenta a negociação e divide a base, e que a intenção sempre foi ter uma negociação única.

Semapi negocia2

Por conta disso, o Sindicato manteve sua posição de ter uma convenção unificada, negociando em separado apenas a jornada de trabalho da FASE e FPE, como é atualmente. O governo entregou a artimanha e esclareceu que essa era uma proposta casada, justamente para que os trabalhadores aprovem o reajuste da jornada de trabalho juntamente com as demais cláusulas.

O SEMAPI mais uma vez destacou que o assunto é muito complexo e necessita de maior aprofundamento, e que foi separado da negociação justamente para não travar a data-base de toda a categoria. Com a negativa do governo de negociar em separado num acordo específico, mas atrelado à negociação, a situação da jornada dos trabalhadores da FASE e FPE será estudada e negociada primeiro, para que a data-base possa avançar.

Semapi negocia1

Embora o SEMAPI tivesse reiterado a importância de o governo pagar pelo menos a reposição da inflação, eles propuseram apenas metade do INPC (4,38%), retroativo a junho de 2015, com a afirmação de que esse é o limite do governo. O Sindicato voltou a dizer que espera, pelo menos, que o restante do índice seja negociado futuramente.

Uma nova reunião ficou agendada para tratar apenas da jornada de trabalho da FASE e FPE: será no dia 27 de novembro, às 15h, na sede do SESCON. O SEMAPI irá convocar seu Fórum de Representantes de Base para analisar melhor a proposta, e os trabalhadores destas fundações também serão chamados, para que a negociação da jornada de trabalho possa se desenvolver o mais breve possível, sendo possível retomar a data-base de toda a categoria.

 

Veja vídeo AQUI.

 

 

Fonte: Semapi-RS