Central Única de Trabalhadores

Frente em Defesa do Patrimônio Público será relançada nesta quinta em Porto Alegre

18 fevereiro, segunda-feira, 2019 às 4:58 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Reunião1

Reunião1

A Frente em Defesa do Patrimônio Público será oficialmente relançada nesta quinta-feira (21), às 18h, no Teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Os últimos detalhes do evento foram definidos em reunião ocorrida na manhã desta segunda-feira (18), no auditório do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre.

Integrada pela CUT-RS, sindicatos e federações que representam funcionários de empresas estatais federais e estaduais, a Frente visa intensificar a resistência contra os projetos de desmonte e privatização dos governos Bolsonaro (PSL) e Eduardo Leite (PSDB).

"Vamos dar uma grande demonstração de unidade e mobilização em defesa do patrimônio público, a fim de mostrar aos deputados e à sociedade de que privatizar faz mal ao Estado e ao País. A experiência comprova que as empresas vendidas não resolveram os problemas financeiros, enquanto a população acaba pagando a conta, com preços mais caros, como é o caso da telefonia", afirma o secretário de Comunicação da CUT-RS, Ademir Wiederkehr.

Reunião2

Ficou consensado pelas entidades que no ato será aprovado um manifesto em defesa das empresas públicas e definido um calendário de luta, que prevê audiências públicas em câmaras municipais, vigílias na Praça da Matriz, moções de apoio de prefeitos e vereadores, panfletagens e cartazes, dentre outras atividades.

Haverá também gravação de vídeos com trabalhadores da CEEE, CRM, Sulgas, Banrisul, Corsan, Petrobrás, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Correios, dentre outras, para circular nas redes sociais. O objetivo é mostrar a importância dessas empresas, que são estratégicas, prestam bons serviços para a população e são lucrativas, contribuindo para injetar recursos nos cofres públicos.

Ainda na reunião, representantes do Fórum de Combate às Privatizações, organizado na Assembleia Legislativa, divulgaram os encaminhamentos do último encontro. Eles destacaram o enfrentamento à proposta do governador, que prevê o fim do plebiscito para a entrega da CEEE, CRM e Sulgas, bem como à luta contra a ameaça de abertura do capital da Corsan e a venda de parte de ações do Banrisul.

Calendário de mobilização

19/02 – 10h: Reunião do Fórum de Combate às Privatizações, na Assembleia Legislativa

21/02 – 14h: Grande Expediente na Assembleia Legislativa – Em defesa do plebiscito – Deputada Sofia Cavedon (PT)

21/02 – 18h: Relançamento da Frente em Defesa do Patrimônio Público, no Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa.

21/02 – 18h: Audiência pública na Câmara Municipal de Pelotas.

Frente relançamento

 

Fonte: CUT-RS