Central Única de Trabalhadores

Exposição sobre normas de segurança e saúde no trabalho será inaugurada na Assembleia Legislativa nesta quarta

8 outubro, terça-feira, 2019 às 7:26 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Exposição1

Exposição1

O Fórum Sindical de Saúde do Trabalhador do Rio Grande do Sul (FSST-RS), integrado pela CUT-RS, inaugura nesta quarta-feira (9), às 13h30, a exposição multimídia “Vidas em Risco”, no saguão da Assembleia Legislativa, em Porto Alegre.

A abertura ocorrerá antes do pronunciamento, às 14h, do deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) no espaço do Grande Expediente, no Plenário 20 de setembro, que tratará do tema “O custo da desregulamentação das normas e direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras”. A mostra poderá ser visitada gratuitamente, das 9h às 17h, até a próxima sexta-feira (11).

Exposição2

Em 11 painéis e uma série de vídeos exibidos em monitores, a exposição ilustra a importância das Normas Regulamentadoras (NRs) para a proteção da saúde e da vida de quem trabalha. As imagens são impactantes e revelam desde ambientes de trabalho que apresentam riscos à vida humana até plataformas de petróleo afundando e veículos soterrados pelo desabamento de um viaduto.

O coordenador do FSST-RS e diretor da Federação dos Trabalhadores Metalúrgicos do Rio Grande do Sul (FTM-RS), Alfredo Rodrigues Gonçalves, destaca a importância da resistência aos retrocessos e do evento. “Estamos passando por um processo de ataques às normas que trazem segurança e saúde para os trabalhadores dentro de seus locais de trabalho."

"O governo Bolsonaro já deixou claro que quer agradar o empresariado, retirando direitos trabalhistas, assim como fez com a MP 881, chamada de Liberdade Econômica, e faz agora com as propostas de alteração das NRs, o que ameaça a integridade física e psicológica de milhões de brasileiros e brasileiras. Só quem corre riscos de perder com essas alterações é o povo que trabalha e produz”, salienta.

Exposição3

Desde o início do ano, o governo Bolsonaro vem propondo à Comissão Tripartite Permanente Paritária (CTPP) a formação de grupos específicos, compostos também por representantes das centrais sindicais e confederações empresariais, para debater mudanças em NRs, cujas discussões estão em andamento. 

“O ex-capitão quer desmontar mais de 90% das 37 NRs, que foram aprovadas por consenso nas últimas décadas. Isso é absurdo e com a exposição queremos conscientizar os parlamentares e a população de que a briga pela segurança e saúde no trabalho é uma luta justa e de todos e todas”, conclui Alfredo.

Apoiador do evento, o deputado acredita que quem for visitar a exposição sairá de lá convencido do papel imprescindível das NRs no mundo do trabalho. 

Valdeci

"As pessoas precisam ser sensibilizadas já do real, concreto e nocivo significado da flexibilização das NRs. Por isso, considero fundamental e urgente a realização de atividades que chamem a atenção para um tema tão importante. A exposição que estamos promovendo certamente vai contribuir muito nessa tarefa.", aponta Valdeci.

Vidas em risco

 

Fonte: CUT-RS