Central Única dos Trabalhadores

Em nova ação, Ministério Público de MG cobra R$ 5 bilhões de indenização da Samarco, Vale e BHP

3 fevereiro, quarta-feira, 2016 às 9:47 am

Comentários    Print Friendly and PDF

Mariana3

Mariana3

Em uma nova ação proposta contra a Samarco e suas controladoras, Vale e BHP Billiton, o Ministério Público de Minas Gerais pede um pagamento de indenizações de até R$ 5 bilhões para vítimas do rompimento da barragem de Fundão nas cidades de Barra Longa, Rio Doce e Santa Cruz do Escalvado.

Como medida imediata, o órgão quer que R$ 1 bilhão das empresas seja usado no pagamento de danos materiais e morais e na reconstrução das comunidades. A Justiça ainda vai decidir se aceita o pedido de ação da Promotoria.

”Tentamos um acordo esse tempo todo, mas as empresas adotaram a tática de fingir que o aceitariam, para em seguida voltar atrás”, afirmou a promotora Carolina Queiroz de Carvalho, da comarca de Ponte Nova, cidade próxima a Barra Longa.

Segundo ela, cerca de 1.350 pessoas das três cidades foram atingidas pelos rejeitos de minério. A ação pede que cada família afetada receba, imediatamente, um salário mínimo mensal mais 30% por dependente, além de R$ 30 mil de adiantamento da indenização final.

A promotora diz que a ação pode ser retirada caso haja um eventual acordo.

A Samarco, a Vale e a BHP informaram, por meio de suas assessorias, que não foram notificadas.

Fonte: Brasil 247