Central Única dos Trabalhadores

Diretor da CUT e vice-presidente do Sindsepe-RS é assassinado em Porto Alegre

17 setembro, quinta-feira, 2015 às 12:26 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Rogério

O diretor da CUT Metropolitana e vice-presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul (Sindsepe-RS), Rogério da Silva Ramos, 52 anos, foi assassinado a tiros por volta das 23h desta quarta-feira (16), enquanto aguardava a esposa em uma parada de ônibus na zona norte de Porto Alegre.

Rogério esperava a mulher na Avenida Plínio Brasil Milano, próximo ao supermercado Nacional, no bairro IAPI, quando dois criminosos chegaram em uma moto, anunciaram o assalto e ele teria reagido, conforme a polícia.

De acordo com testemunhas, o sindicalista teria entrado em luta corporal com os bandidos e foi atingido por quatro disparos. Durante a madrugada, a perícia realizou trabalhos no local do crime, e a polícia deve investigar o caso como latrocínio — roubo seguido de morte. Os criminosos fugiram e ainda não há suspeitos.

Além da esposa, Ramos deixa quatro filhos. Um deles, Roger Ramos, 32 anos, conta que fazia parte da rotina do pai encontrar a esposa, Verônica Vargas, na parada de ônibus. Ela trabalha em um shopping da Capital e retornava para casa neste horário.

“Ele sempre buscava minha madrasta por entre 22h30 e 23h. Só que ontem, instantes antes de ela chegar, dois homens chegaram em uma moto, e ele levou quatro tiros. Quando a Verônica desembarcou do ônibus, encontrou ele caído, já sem vida”, disse Roger.

Tristeza e solidariedade

A morte de Rogério chocou o movimento sindical porque era um dirigente conhecido pela sua combatividade e o seu compromisso com as lutas dos servidores públicos e com a classe trabalhadora.

“Além de colega, o Rogério é um amigo que aprendi a respeitar e admirar. Ele sempre esteve na luta pela defesa dos servidores e de seus direitos. Uma pessoa admirável”, afirmou Gizela Gonçalves, diretora executiva do Sindsepe.

“A CUT-RS se une em solidariedade com a dor dos familiares, amigos e sindicalistas. Não aceitamos como normal que isso aconteça. É mais um episódio que expressa o alto grau de desleixo do governo Sartori com as políticas públicas que são de sua responsabilidade”, afirma o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

Velório e sepultamento

O velório do corpo de Rogério será realizado a partir das 15h30 desta quinta-feira, na Capela B do Cemitério Jardim da Paz. O sepultamento está marcado para ocorrer nesta sexta-feira (18), às 10h, no mesmo local.

 

 

Fonte: CUT-RS