Central Única de Trabalhadores

CUT-RS se reúne com ex-governador Olívio Dutra para avaliar conjuntura e eleições 2018

21 julho, sábado, 2018 às 2:10 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Olívio geral

Olívio geral

A CUT-RS se reuniu na manhã desta sexta-feira (20) com o ex-governador Olívio Dutra para fazer uma avaliação da conjuntura nacional e estadual e debater as eleições de outubro que se aproximam. O encontro ocorreu na sede da entidade, em Porto Alegre, e contou com a participação de vários dirigentes da Central, federações e sindicatos filiados.

Olívio, o “galo missioneiro”, foi presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e um dos fundadores do PT e da CUT. Depois, ele foi eleito deputado federal constituinte, prefeito da Capital e governador do Estado. Mesmo sem mandato, nunca deixou de ser militante. É certamente o político mais popular do Rio Grande do Sul.

Os sindicalistas resgataram a trajetória de Olívio e ressaltaram a difícil conjuntura enfrentada pela classe trabalhadora, diante do golpe que derrubou a presidenta Dilma Rousseff e das medidas nefastas do governo ilegítimo de Michel Temer (MDB), como a “reforma” trabalhista, a PEC da Morte e a entrega do patrimônio público. Chamaram também atenção para o aumento do desemprego, a ameaça da “reforma” da Previdência e o crescimento da exclusão social.

Olívio lateral

Eles ainda apontaram o desmonte do estado feito pelo governo Sartori (MDB), marcado pelo atraso e parcelamento há 31 meses dos salários dos servidores, a extinção de fundações estaduais, a venda suspeita de ações do Banrisul e a tentativa de privatização da CEEE, CRM e Sulgás, dentre outras maldades. Além disso, frisaram que as eleições representaram uma baita oportunidade para derrotar os golpistas e retomar o projeto de crescimento com geração de empregos e distribuição de renda.

Lula livre

O ex-governador ouviu os dirigentes sindicais e salientou os limites do estado montado pelas elites em âmbito federal, estadual e municipal e na esfera dos poderes executivo, legislativo e judiciário. Ele se manifestou preocupado especialmente com os efeitos da “reforma” trabalhista e ressaltou a importância da luta coletiva e política neste período de resistência e enfrentamento ao golpe, que veio para aprofundar o neoliberalismo.

Olívio falando

Olívio também enfatizou que Lula é inocente e defendeu a liberdade do ex-presidente, preso político desde 7 de abril, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba.

Os dirigentes da CUT-RS convidaram Olívio a participar dos protestos do Dia do Basta, que as centrais sindicais realizarão no próximo dia 10 de agosto, quando serão realizadas paralisações e manifestações em todo o Brasil, em defesa do emprego, da aposentadoria, dos direitos trabalhistas e por Lula livre.

Olívio roda

 

Fonte: CUT-RS