Central Única dos Trabalhadores

CUT-RS manifesta solidariedade a dirigentes do SindSaúde-RS contaminados pelo Covid-19

6 abril, segunda-feira, 2020 às 3:15 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Clínicas

Clínicas

A CUT-RS expressa solidariedade à diretora de Saúde do Trabalhador do SindiSaúde-RS, Maria Lúcia Schaffer, de 74 anos, contaminada pelo coronavírus e internada na UTI do Hospital de Clínicas de Porto Alegre desde a noite da última quinta-feira (2).

Conforme apedido publicado, na edição desta segunda-feira (5) do Correio do Povo pelo SindSaúde-RS e pela Associação dos Servidores do Grupo Hospitalar Conceição (Aserghc), antes de ser internada, “ela e o seu marido procuraram atendimento por três vezes, sem êxito, em unidades do Grupo Hospitalar Conceição (GHC). Uma na UPA e outras duas no Centro de Referência em Coronavírus do Hospital Nossa Senhora da Conceição". 

“Mesmo sendo de grupo de risco (pela idade e por realizar tratamento de várias enfermidades) e por ter mantido contato com diretores do Sindicato que testaram positivo para o Covid-19, foi liberada sem realizar o teste”, denunciam.

As entidades “exigem esclarecimentos e explicações da direção do GHC e dos responsáveis pelo Centro de Referência em Coronavírus. É inadmissível que no hospital referência no Estado na guerra contra a pandemia do coronavírus tenha ocorrido um atendimento com tamanha deficiência. A negligência não se pode repetir com mais ninguém, muito menos quando se trata de idosos”.

O presidente da CUT-RS, Amarildo Cenci, considera totalmente intolerável a falta de atendimento para qualquer trabalhador ou trabalhadora que possui sintomas da doença e necessita realizar o teste no Sistema Único de Saúde (SUS). “Além de solidários, estamos acompanhando o caso com muita preocupação e esperamos a pronta recuperação da Maria Lúcia e a dos demais companheiros do SindSaúde-RS e do Simpa que se encontram em quarentena”, salienta. 

“Estamos também na luta para proteger os profissionais da Saúde, que estão se arriscando para salvar as nossas vidas, pressionando os governos e os hospitais para que garantam Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e condições adequadas de trabalho, segurança e higiene”, destaca Amarildo.

Confira o apedido do SindSaúde e da Aserghc!

Apedido

 

Fonte: CUT-RS