Central Única de Trabalhadores

CUT-RS e centrais realizam dia nacional de luta contra reforma da Previdência nesta sexta

21 março, quinta-feira, 2019 às 5:09 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Dia de luta

Dia de luta

A CUT-RS, centrais sindicais e movimentos sociais realizam nesta sexta-feira (22) o Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência. O objetivo é protestar contra a reforma encaminhada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Congresso Nacional que acaba com as chances de milhões de trabalhadores de se aposentar. É um “esquenta” para a greve geral que os trabalhadores vão fazer se o governo insistir em aprovar essa proposta perversa.  

Clique aqui para ler o panfleto das centrais.

Para presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo, “a proposta do governo Bolsonaro não acaba com privilégios, mas acaba com a aposentadoria de milhares de trabalhadores e trabalhadoras, que não vão conseguir se aposentar e muitos se aposentarão com benefícios de menos de um salário mínimo. E os que já estão aposentados terão o valor dos benefícios achatados. A reforma de Bolsonaro é muito pior do que a do golpista Michel Temer (MDB”.

Claudir com bandeira

Nespolo lembra que, em 28 de abril de 2017, a classe trabalhadora fez a maior greve geral da história do país e conseguiu barrar a proposta de Temer. Mais de 45 milhões de trabalhadores em todo o país cruzaram os braços para defender o direito à aposentadoria.

O dirigente da CUT-RS considera que a reforma de Bolsonaro significa o “maior retrocesso da história, superando a maldita reforma trabalhista de Temer, que acabou com direitos, aumentou a precarização do trabalho, jogou milhões de trabalhadores na informalidade e, ao contrário do que prometeram, não reduziu o desemprego no país”.

Rumo à greve geral

Mobilização no RS

Em Porto Alegre haverá um ato das centrais, às 18h, na Esquina Democrática.

Também serão realizadas manifestações em várias cidades do interior gaúcho. Em Caxias do Sul, a ato ocorrerá às 17h, na Praça Dante Alighieri. Já em Pelotas, o ato terá lugar no Mercado Público, às 18h. Em Passo Fundo, haverá um ato às 17h, na Esquina Democrática.

Em Santa Maria, as atividades acontecerão às 17h30, na Praça Saldanha Marinho. Em Ijuí haverá aulas públicas às 9h e às 14h, na Praça da República.

Haverá também panfletagens e manifestações em Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Santa Rosa, Erechim, Igrejinha, Novo Hamburgo, Estância Velha, Rio Grande, São Leopoldo e Taquara, dentre outros municípios.

Card - dia 22 reduzido

 

 

Fonte: CUT-RS