Central Única dos Trabalhadores

CUT-RS e centrais planejam com Dieese nova negociação do mínimo regional que ocorre nesta quarta

15 dezembro, terça-feira, 2015 às 10:09 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

centrais

centrais

Na tarde desta terça-feira, 15, a CUT-RS e as demais centrais sindicais se reuniram no escritório regional do Dieese do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, com o supervisor técnico Ricardo Franzoi. O objetivo do encontro foi planejar a terceira rodada de mediação do governo do Estado entre trabalhadores e empresários, que ocorre nesta quarta-feira, 16, às 8h, na Secretaria do Planejamento, Mobilidade e Desenvolvimento Regional, na capital gaúcha.

De acordo com o secretário de Relações de Trabalho da CUT-RS, Antônio Guntzel, a intenção das centrais é repor integralmente as perdas inflacionárias do período aos trabalhadores beneficiados pelo chamado piso regional.

A reivindicação das centrais  é de 11,55% de reajuste no mínimo regional.  O índice significa a reposição da inflação projetada no período e ganho real. O INPC acumulado dos últimos 12 meses, entre 1º de dezembro de 2014 e 30 de novembro de 2015, foi de 10,97%.

O percentual reivindicado representa praticamente a reposição da inflação do período. “O que está em negociação é o aumento real para melhorar o poder de compra dos salários e estimular o consumo e a produção para reaquecer a economia gaúcha”, afirmou Antônio.

O técnico do Diesse esclareceu que, descontada a inflação do período do reajuste reivindicado, ainda assim se conseguiria manter o mínimo regional no patamar de 1,30% acima do mínimo nacional. “Esse era um dos objetivos quando da criação do instrumento no governo Olívio Dutra (PT), em 2002”, lembrou Franzói.

 

Fonte: CUT-RS