Central Única dos Trabalhadores

CUT-RS e centrais entregam proposta de reajuste de 11,55% do piso regional ao presidente da Assembleia Legislativa

29 outubro, quinta-feira, 2015 às 4:51 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Piso Brum2

Piso Brum2

Em audiência concedida na manhã desta quinta-feira (29) para a CUT-RS e as centrais sindicais, o presidente da Assembleia Legislativa do RS, Edson Brum (PMDB), recebeu a reivindicação de reajuste de 11,55% do piso regional a partir de janeiro de 2016. As entidades entregaram um documento com um estudo técnico elaborado pelo Dieese, mostrando a importância e a viabilidade de atender essa demanda.

O gabinete da presidência ficou cheio de dirigentes das centrais e de vários sindicatos e federações de trabalhadores. Também estiveram presentes os deputados estaduais Nelsinho Metalúrgico (PT), Junior Piaia (PCdoB), Elton Weber (PSB) e Álvaro Boessio (PMDB).

“A política de reajuste do piso regional é um instrumento poderoso para valorizar os salários e reaquecer a economia do Estado, na medida em que as categorias abrangidas são importantes para aumentar o consumo e fomentar a produção, contribuindo para melhorar as condições de vida dos trabalhadores, incentivar a retomada do crescimento e trazer desenvolvimento econômico e inclusão social”, afirmou o secretário de Relações do Trabalho da CUT-RS, Antônio Guntzel.

SAUpZR_539

O presidente da Assembleia se comprometeu a dar agilidade à tramitação na Casa ao projeto do piso regional tão logo venha a ser enviado pelo governador.

Brum solicitou aos deputados Boessio e Weber, que integram a base aliada do governo, que entrem em contato com Sartori para que ele marque uma audiência para receber as centrais dentro da maior brevidade possível..

Além disso, Brum frisou que ainda nesta quinta-feira os 55 deputados receberão cópia do material entregue pelas centrais, a fim de que todos os parlamentares fiquem cientes da reivindicação apresentada.

xLwdPI_539

Segundo Nelsinho, é importante que se perceba que o piso regional também é fator para o crescimento da economia. “Vamos batalhar na Assembleia em defesa da valorização do salário mínimo regional nos moldes que as centrais sindicais estão apresentando para debate”, disse o parlamentar.

O deputado do PT afirmou ainda que “é fundamental a mobilização e a organização neste momento, porque como toda a negociação é uma luta e as conquistas dos trabalhadores nunca caíram do céu. Sempre foram com muito esforço e disposição e muita luta”, salientou.

nELSINHO

“Damos mais um passo na luta pelo reajuste de 11,55% do piso regional”, destacou Antonio. “Agora a bola está com o governo do PMDB e nós vamos pressionar para que o projeto seja enviado logo e em regime de urgência para a Assembleia”, concluiu o dirigente da CUT-RS.

 

Fonte: CUT-RS