Central Única dos Trabalhadores

Coletivo de Mulheres Metalúrgicas do RS define ações por democracia e contra desigualdade

9 novembro, segunda-feira, 2015 às 8:05 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

image.php

As trabalhadoras metalúrgicas realizaram na última sexta-feira (6), em Porto Alegre, um encontro para debater e definir ações visando maior participação na vida sindical e para lutar contra a desigualdade de gênero no mundo do trabalho e na sociedade.

Foi o encontro do Coletivo de Mulheres, que ocorreu na sede da Federação dos Metalúrgicos do Rio Grande do Sul, reunindo representantes dos sindicatos filiados à CUT, e que discutiu mecanismos para ampliar a participação das metalúrgicas nas entidades de classe.

Além das dirigentes dos sindicatos filiados – muitas delas que estão em seu primeiro mandato -, a reunião contou com a presença da secretária da Mulher Trabalhadora da CUT/RS, Ísis Marques, e da secretária de Mulheres da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), Marli Melo.

Ísis fez uma análise da conjuntura política e dos desafios para impedir o avanço do conservadorismo e garantir a defesa da democracia  no país.

image.php

Já a dirigente da CNM/CUT explicou a dinâmica de funcionamento do Coletivo Nacional de Mulheres Metalúrgicas da CUT e o seu papel para contribuir com os Coletivos Estaduais e também com as entidades de base.

Na última parte do encontro, as trabalhadoras discutiram um plano de ação para o Coletivo no Estado, inclusive para poder detalhar as cláusulas relativas às trabalhadoras nas convenções coletivas de trabalho da categoria e para debater a inclusão de novas reivindicações na próxima campanha salarial.

 

Fonte: CUT-RS com CNM-CUT