Central Única dos Trabalhadores

Campanha eleitoral de relator da reforma recebeu doação de R$ 300 mil de empresa de Previdência

9 fevereiro, quinta-feira, 2017 às 4:45 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Artur Maia1

Artur Maia1

Nada é por acaso. O deputado escolhido para relator da comissão especial da Câmara, que vai analisar a reforma da Previdência, Arthur Maia (PPS-BA), recebeu duas doações da Bradesco Vida e Previdência nas eleições de 2014, totalizando R$ 299.972. O montante representa 8% do que o parlamentar declarou na campanha.

As doações foram feitas ao seu partido, e repassadas ao candidato, segundo a prestação de contas do parlamentar divulgada no site do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Foram doações declaradas e legais. Até as eleições de 2014, as doações de empresas privadas a campanhas eram legais. Elas só foram proibidas em 2015.

Além da Bradesco Vida e Previdência, Arthur Maia recebeu doações de outras instituições financeiras, como os bancos Itaú Unibanco (R$ 100 mil), Safra (R$ 30 mil) e Santander (R$ 100 mil). Os bancos também têm serviços de previdência privada, mas as doações foram feitas em nome geral das instituições.

Arthur Maia foi anteriormente o relator do PL 4330/2004, aprovado sob truculência no mandato do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O projeto, que libera a terceirização para todas as áreas das empresas, tramita no Senado como PLS 030/2015.

 

Fonte: CUT-RS com informações do UOL