Central Única dos Trabalhadores

Brasil ultrapassa 191 mil mortes e 7,4 milhões de infectados pela Covid-19

28 dezembro, segunda-feira, 2020 às 11:19 am

Comentários    Print Friendly and PDF

Cemitério5

Cemitério5

O Brasil registrou, nas últimas 24 horas, 18.479 novos casos de covid-19 e 344 mortes decorrentes da doença, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Agora, o país soma 191.139 óbitos e 7.484.285 contaminações pelo coronavírus.

A média móvel de casos dos últimos 7 dias é de 35.098 e a de mortes no período chega a 625. A taxa de letalidade da doença é de 2,6% no país. É a primeira vez que o registro de óbitos no domingo supera os números de sábado.

De acordo com levantamento feito pela Universidade Johns Hopkins, neste domingo (27) o mundo ultrapassou a marca de 80 milhões de casos de covid-19. Eram 80.441.307 diagnósticos positivos para a doença e 1.759.604 óbitos até as 11 horas de hoje.

Tanto em contaminações como em óbitos decorrentes da covid-19, os Estados Unidos lideram em números absolutos, com 18.986.236 casos oficiais e 331.930 mortes. O Brasil é o terceiro país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos e da Índia, e o segundo em número absoluto de mortos.

Em um mês, estado de SP supera número de casos dos primeiros 100 dias

O estado de São Paulo superou em 52%, nos últimos 30 dias, o total de casos de covid-19 confirmados nos 100 primeiros dias da pandemia.

No período entre 27 de novembro e 27 de dezembro foram 196.909 novos casos. O primeiro caso de São Paulo e do Brasil foi registrado em 26 de fevereiro e a marca dos 100 dias foi atingida em 4 de junho, quando o estado registrou 129.200 contaminações.

No total, já são 45.863 mortes e 1.426.176 casos confirmados no estado, conforme dados deste domingo. As taxas de ocupação dos leitos de UTI chegam a 65,6% na Grande São Paulo e 61,1% no estado. O número de pacientes internados é de 10.648, sendo 5.806 em enfermaria e 4.842 em unidades de terapia intensiva (UTIs).

Rio Grande do Sul registra 8.492 vidas perdidas

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou, neste domingo, 40 mortes e 827 novos infectados pela Covid-19 no Rio Grande do Sul. De acordo com a SES, as mortes aconteceram entre 10 e 27 de dezembro. A atualização teve ainda a exclusão de quatro casos por revisão ou atualização da ficha.

Em relação a duas semanas atrás, houve uma redução de 9% na média móvel de óbitos. No entanto, o índice é considerado estável, pois está dentro da margem de 15% para mais ou menos.

Ao todo, o estado registrou, desde o início da pandemia, 8.492 óbitos e 431.603 casos, destes 94% (406.821 pessoas) estão recuperados. Seguem em acompanhamento médico 4% dos infectados (18.023).

Os novos óbitos foram registrados em Arroio do Meio (homem, 71 anos), Balneário Pinhal (mulher, 57 anos), Bento Gonçalves (homem, 83 anos), Bom Princípio (homem, 69 anos), Cachoeira do Sul (homem, 72 anos), Cachoeira do Sul (homem, 61 anos), Cachoeira do Sul (homem, 87 anos), Cachoeira do Sul (homem, 68 anos), Cachoeira do Sul (mulher, 74 anos), Candelária (homem, 62 anos), Canela (homem, 73 anos), Carazinho (homem, 74 anos), Igrejinha (mulher, 73 anos), Ijuí (mulher, 79 anos), Passo Fundo (mulher, 81 anos), Taquara (homem, 67 anos), Taquara (homem, 81 anos) e Uruguaiana (homem, 70 anos).

A taxa de ocupação dos leitos de UTI adulto é de 80,6%, leve crescimento em relação a sábado (26). Das internações clínicas, 7% (30.162) são de pacientes com síndrome respiratória aguda grave.

 

Fonte: CUT-RS com Rede Brasil Atual (RBA) e G1