Central Única dos Trabalhadores

Brasil 247 – Moisés Mendes: 10 perguntas que o Roda Viva não fará a Fernando Henrique

28 setembro, segunda-feira, 2020 às 10:51 am

Comentários    Print Friendly and PDF

FHC2

FHC2

247 – Fernando Henrique Cardoso será o entrevistado desta segunda-feira do Roda Viva, pela 14ª vez. Teremos mais uma noite de salamaleques.

Por mais qualificada que seja a bancada, com ex-apresentadores do programa, há sempre nas conversas da imprensa com FH um excesso de gentilezas e delicadezas.

Não perguntam a ele o que perguntam a Lula, porque o ex-presidente conta com as cordialidades e as proteções que ninguém mais tem.

Abaixo, 10 perguntas que não deverão ser feitas. Os entrevistadores poderão até andar pelas bordas das questões, mas dificilmente chegarão ao que interessa.

1. Em novembro de 2015, nove meses antes do golpe de agosto, o senhor pediu publicamente que Dilma Rousseff renunciasse e depois defendeu o impeachment, porque o país estaria sem rumo. Por que agora o senhor é contra o impeachment de Bolsonaro, que está destruindo o país?

2. O senhor disse este ano, 22 anos depois, que se arrependeu da própria reeleição. Há algum arrependimento pelo incentivo ao golpe contra Dilma Rousseff?

3. Entre Bolsonaro e Haddad, o senhor optou pelo voto nulo em 2018. O senhor não se considera um dos responsáveis pela ascensão de Bolsonaro, dos filhos dele, dos terraplanistas, dos milicianos e dos militares ao poder?

4. Em uma das conversas vazadas pelo Intercept, Sergio Moro dizia a Deltan Dallagnol que não investigaria os delitos de caixa dois de Fernando Henrique Cardoso porque não poderia melindrar alguém cujo apoio era importante para a Lava-Jato. O senhor se sentiu lisonjeado ou incomodado com esse privilégio?

5. Eduardo Azeredo, um tucano de segunda linha, foi o único presidiário do PSDB e já está solto. Aécio e Serra continuam em liberdade. O senhor, líder maior do partido e presidente por dois mandatos, nunca desconfiou das propinas, da lavagem de dinheiro e das comprovadas contas secretas de gente da sua confiança no PSDB e no governo?

6. Lula teve de provar que não era dono do tríplex do Guarujá e mesmo assim foi condenado. O senhor tem como provar finalmente que o apartamento dos seus veraneios europeus na Avenida Foch, em Paris, não é seu?

7. O senhor pediu e ganhou de presente de um grupo de empresários (que prestavam serviços ao governo) a sede do seu instituto. Por que nunca disse nada sobre a acusação, sem provas, de que Lula teria recebido de um empreiteiro um terreno para a sede do Instituto Lula?

8. No seu entendimento, há um excesso de militares no poder. A face nem tão encoberta desses militares é a de golpistas?

9. Uma declaração recente sua: para derrotar Bolsonaro, na próxima eleição, é preciso apoiar qualquer democrata. O senhor apoiaria Lula?

10. Por que o senhor ainda tem tanta inveja de Lula?

 

 

Moisés Mendes é jornalista, autor de “Todos querem ser Mujica” (Editora Diadorim). Foi editor especial e colunista de Zero Hora, de Porto Alegre. É atual colunista do Brasil 247 e do Extra Classe.

 

Fonte: Brasil 247