Central Única dos Trabalhadores

Bancários em greve param 1.039 agências no RS e realizam passeata de zumbis

14 outubro, quarta-feira, 2015 às 11:12 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Zumbis1

O nono dia de greve nacional mostrou que o movimento segue crescendo. Nos 26 estados e o no Distrito Federal, os bancários paralisaram nesta quarta-feira (14) 11.439 agências e 42 centros administrativos, conforme levantamento da Contraf-CUT. Em Porto Alegre e Região Metropolitana, a mobilização da categoria parou 408 unidades. Já no Interior do RS, a greve atingiu 631, totalizando 1.039 agências, segundo informações da Fetrafi-RS.

De acordo com Roberto von der Osten, presidente da Contraf-CUT, a greve de 2015 pode entrar para a história. “A resposta para a tentativa dos banqueiros de mudar o modelo de negociação, que tem dado certo nos últimos anos, será respondida com um modelo de paralisação diferente, estratégica”, revelou. ”Nosso objetivo não é só mostrar para a categoria o desrespeito dos patrões. É também mostrar para toda a população que, apesar dos altos lucros e das taxas e dos juros exorbitantes, eles não estão preocupados com seus clientes. Exploração não tem perdão!”, completou.

Comando Nacional reforça necessidade de aumento real

O Comando Nacional dos Bancários se reuniu na tarde desta quarta-feira, na sede da Contraf-CUT, em São Paulo, para avaliar os nove dias de greve. O balanço feito pelos dirigentes sindicais de todo o Brasil é que o movimento está melhor a cada dia, com apoio dos clientes e da opinião pública em geral.

Os representantes de sindicatos e federações ainda reafirmaram que os bancários merecem aumento real por serem responsáveis pelos altos lucros dos bancos. “Nós continuamos mobilizados e na expectativa para que os banqueiros retomem a mesa de negociação com uma postura mais respeitosa. Enquanto isso, a greve continua ganhando força a cada dia”, explicou Roberto, que também é um dos coordenadores do Comando Nacional.

Zumbis3

Após passeatão de zumbis, assembleia de organização nesta quinta

Sem nova proposta da Fenaban, os bancários realizam nesta quinta-feira (15), às 14h, nova assembleia de organização, no Clube do Comércio, no centro de Porto Alegre. O momento servirá para preparar as atividades de sexta-feira e definir o que será feito nos primeiros dias da próxima semana para ampliar a mobilização.

Nesta quarta-feira, os bancários promoveram um passeatão pelas ruas do centro da cidade um pouco diferente do tradicional. Vestidos e pintados de zumbis, eles marcharam denunciando o ambiente de adoecimento nos bancos e buscaram chamar a atenção para as reivindicações da categoria.

Zumbis1

“Estamos na segunda semana da nossa greve nacional e os banqueiros continuam em silêncio e não responderam às nossas reivindicações. Mas nosso movimento está cada vez mais forte e vai prosseguir”, afirma o presidente do SindBancários, Everton Gimenis.

Segundo ele, a proposta da Fenaban – oferecendo 5,5% de reajuste, o que representa cerca da metade da inflação do período, um abono de R$ 2,5 mil e nada de ganho real – é indecente.

A passeata contou com a participação do representante eleito pelos empregos no Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal, Fernando Neiva. Ele trouxe apoio à mobilização dos bancários e em defesa da manutenção da Caixa 100% pública e por avanços na negociação específica com o banco.

Neiva

Paralisação histórica no BRDE

Por cerca de uma hora, no saguão de entrada da sede do BRDE, mais de 80 bancários do BRDE realizaram nesta quarta-feira uma paralisação histórica. Desde 1989, quando lutaram e conseguiram barrar a liquidação extrajudicial do banco, nunca tantos colegas haviam participado de uma manifestação. Eles também decidiram realizar assembleia nesta quinta-feira, às 18h, no auditório do banco.

“Temos duas frente de luta. Uma delas é que precisamos muito ampliar a greve nacional dos bancários para arrancar uma proposta decente da Fenaban. A outra é trazer a diretoria do BRDE para a mesa de negociação e avançarmos nas conquistas da pauta de reivindicações específicas dos bancários do BRDE”, explicou o diretor do SindBancários, Paulo Stekel.

BRDE

Agenda de mobilização

Quinta-feira, dia 15
9h – Caravanas de convencimento nas agências bancárias
14h – Assembleia organizativa – Clube do Comércio (Rua dos Andradas, 1085)

Sexta-feira, dia 16
9h – 
Caravanas de convencimento nas agências bancárias
10h – Entrega de donativos aos desabrigados da enchente no RS no Ginásio Tesourinha.
14h – Conselho aberto de delegados sindicais e grevistas | Casa dos Bancários (Rua General Câmara, 424).

Zumbis2

 

Fonte: CUT-RS com SindBancários, Fetrafi-RS e Contraf-CUT