Central Única de Trabalhadores

Ato no Rio distribui mil placas com nome de Marielle em uma hora

15 outubro, segunda-feira, 2018 às 9:39 am

Comentários    Print Friendly and PDF

Placas da Marielle

Placas da Marielle

RBA – Um ato em memória dos sete meses da morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) distribuiu mil placas com o nome da parlamentar, neste domingo (14), na Cinelândia, no Centro do Rio. Marielle foi morta a tiros, no dia 14 de março, ao lado de Anderson Gomes, que dirigia o carro em que foram atacados. Até hoje as investigações não indicaram nenhum suspeito do crime.

O ato deste domingo foi um protesto em resposta à destruição de uma tabuleta com o nome de Marielle, no mesmo local, por dois candidatos do PSL, dias antes do primeiro turno das eleições de 2018. Houve protesto contra o presidenciável Jair Bolsonaro, do mesmo partido dos candidatos vândalos (“Ele não!)”, e gritos de apoio a seu oponente, o petista Fernando Haddad (Haddad sim!).

O ato foi a segunda homenagem a Marielle em dois dias. Na véspera, a escola de samba Estação Primeira de Mangueira elegeu, para seu samba-enredo do carnaval de 2019, “História para ninar gente grande”, de autoria do carnavalesco Leandro Vieira – cuja proposta é contar passagens da história do Brasil sob o olhar dos excluídos e citará a vereadora assassinada.

A produção de tabuletas como homenagem a Marielle foi iniciativa do site Sensacionalista, que fez uma vaquinha virtual, cujo objetivo inicial era arrecadar R$ 2 mil para fazer cem placas. A meta foi atingida em 20 minutos e a vaquinha arrecadou um total de R$ 39.743, com 1.569 doadores – pessoas físicas e jurídicas.

No fim da manifestação, os ativistas foram instruídos a guardar suas placas e saírem em grupos, por segurança. “Vamos mostrar nas urnas que o amor sempre vence”, disseram manifestantes.

 

 

Fonte: Rede Brasil Atual (RBA) com reportagem do Jornal do Brasil