Central Única dos Trabalhadores

Ato contra extinção da Ceitec ocorre nesta sexta em frente ao Palácio Piratini

18 junho, quinta-feira, 2020 às 10:57 am

Comentários    Print Friendly and PDF

Ato contra extinção

Ato contra extinção

Um ato simbólico contra a extinção da Ceitec e em defesa da tecnologia nacional será realizado nesta sexta-feira (19), às 11h, em frente ao Palácio Piratini.

Todos os participantes usarão máscaras de proteção à pandemia do coronavírus e manterão o distanciamento social, conforme recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A manifestação é promovida pela CUT-RS, em parceria com o Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre, Federação dos Metalúrgicos do Rio Grande do Sul, Adufrgs Sindical, Sindicato dos Engenheiros do Rio Grande do Sul e Comitê de Funcionários da Ceitec.

“Queremos dialogar com o governador Eduardo Leite (PSDB) e defender a manutenção da Ceitec como empresa pública. Já solicitamos uma audiência e pré-agendamos a mesma data e o horário da manifestação, a fim de entregar-lhe em mãos um manifesto contra a liquidação da empresa que, apesar de federal, é fundamental e estratégica para o desenvolvimento da indústria da microeletrônica do Estado e do País”, afirma o presidente da CUT-RS, Amarildo Cenci.

A Ceitec é a única empresa que atua na fabricação de chips e semicondutores na América Latina, porém foi incluída no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo Bolsonaro e se encontra em processo adiantado para a extinção.

Ceitec panorâmica

“Já perdemos o Polo Naval de Rio Grande, desmontado no governo Temer. Agora o governo Bolsonaro quer acabar com a Ceitec e ainda prepara a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) da Petrobras para a privatização. O governador precisa acordar e defender os interesses do povo gaúcho”, ressalta o secretário de Organização e Política Sindical da CUT-RS, Claudir Nespolo.

Segundo o funcionário da Ceitec e diretor do Sindicato dos Metalúrgicos, Edvaldo Muniz, o fechamento da empresa resultará "na dependência total do mercado externo na área de semicondutores, o que representa um retrocesso de 20 anos de investimentos públicos”.

No último dia 10, os trabalhadores da Ceitec deram um abraço simbólico ao prédio da empresa. Nesta quarta-feira (17), a associação dos funcionários (ACCEITEC) protocolou um documento no Piratini, durante manifestação com faixas e cartazes, ressaltando que “é uma empresa com enorme capital intelectual e semente para o desenvolvimento da microeletrônica nacional”.

Ceitec

Leia mais

Funcionários protocolam documento no Palácio Piratini contra extinção da Ceitec

CUT-RS rejeita extinção da Ceitec e defende investimentos em ciência e tecnologia

Funcionários da Ceitec são contra fechamento da empresa pelo governo Bolsonaro

Jornal do Comércio – Adão Villaverde: A condenação de gerações

Metalúrgicos de Porto Alegre protestam contra extinção da Ceitec pelo governo Bolsonaro

 

Fonte: CUT-RS com Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Porto Alegre