Central Única de Trabalhadores

“Alinhamento com EUA afeta a credibilidade do Brasil”, diz ex-vice do Banco dos Brics

11 novembro, segunda-feira, 2019 às 1:05 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Nogueira3

Nogueira3

BdF – A aproximação do governo Jair Bolsonaro (PSL) com a Casa Branca impede o Brasil de ser protagonista no cenário internacional como em outros tempos. Essa é a interpretação de Paulo Nogueira Batista Jr., ex-vice-presidente do Banco dos Brics. O economista participou nesta segunda-feira (11) da primeira mesa do “Brics dos Povos” [link], evento organizado por movimentos populares de Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF).

“Na minha opinião, foi mal aproveitada a presidência brasileira nos Brics. Foi secundarizada pelo governo. Então, essa reunião de movimentos sociais aqui em Brasília é uma forma de compensar o perfil baixo que o Brasil tem assumido nos governos Temer e Bolsonaro”, argumenta.

Segundo Batista Jr., a integração entre os cinco países não pode ficar restrita ao nível governamental. “O Brasil, que era um motor dos Brics, se tornou um participante relativamente passivo, com pouca iniciativa, poucas ideias. Isso ocorre, de fato, no governo atual, que mostra um alinhamento excessivo, às vezes vergonhoso, e isso prejudica a credibilidade brasileira”.

América Latina

Perguntado sobre a efervescência política no continente nos últimos meses, o economista que vivemos “uma instabilidade que aponta para mudanças” – com a eleição de Alberto Fernández, na Argentina, os protestos no Chile e no Equador, e a libertação de Lula no Brasil.

“Infelizmente, tivemos um revés na Bolívia, com um golpe violento contra o presidente Evo Morales. Mas a luta é assim, feita de vitórias e reveses. Eu diria que, apesar disso, a tendência geral da América Latina é no sentido positivo, no passado recente. Positivo no sentido de recuperar a autonomia, de recuperar governos voltados para a inserção social e a distribuição de renda (03:07)”, pondera.

O “Brics dos Povos” é realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), e tem cobertura completa do *Brasil de Fato*. Até o final da tarde de terça-feira (12), pesquisadores e militantes dos cinco países debatem temas como imperialismo, crise econômica e política, solidariedade internacional e ascensão do autoritarismo.

A proposta dos organizadores é chamar a atenção para desafios em comum entre os povos dos Brics e formular propostas de integração para além do que será debatido pelos governantes na cúpula que ocorre entre 13 e 14 de novembro, também em Brasília.

Acompanhe em nossas plataformas a transmissão das mesas, a repercussão dos debates, além de entrevistas e vídeos exclusivos.

 

Fonte: Daniel Giovanaz – Brasil de Fato