Central Única de Trabalhadores

Agora é hora de pressionar deputados da Comissão Especial contra reforma da Previdência

10 maio, sexta-feira, 2019 às 7:04 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Na pressão1

Na pressão1

Os trabalhadores e as trabalhadoras de todo país podem ajudar na luta pela aposentadoria, contra a reforma da Previdência do governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Além das mobilizações de rua, chamadas pela CUT e demais centrais, como a greve nacional da Educação no dia 15 de maio e a greve geral no dia 14 de junho, a pressão também pode ser feita por meio da ferramenta digital de participação social, política e cidadã lançada pela CUT no dia 1º de maio, o NaPressão.

Veja abaixo a lista com o nome de cada parlamentar da Comissão  Especial que analisa a reforma, clique no link e pressione o deputado. É fácil, simples e rápido. A mensagem já está escrita, é só enviar.

A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) nº 006/2019, da reforma da Previdência, de Bolsonaro, se aprovada, vai destruir a aposentadoria do povo brasileiro. A PEC acaba com a aposentadoria por tempo de contribuição e institui a obrigatoriedade da idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, aumenta o tempo mínimo de contribuição de 15 para 20 anos e altera as regras especiais de trabalhadores e trabalhadoras rurais e professores.

Querem roubar sua aposentadoria

O mote da campanha do NaPressão é "Querem Roubar Sua Aposentadoria" e o trabalhador ou trabalhadora pode escolher quem e como pressionar.

O cidadão escolhe se quer pressionar deputados que são a favor de destruir sua aposentadoria, ou seja, querem aprovar a PEC; ou um parlamentar que ainda está indeciso. Se quiser, pode agradecer os que são contra a reforma, ou seja, não admitem o fim da aposentadoria da classe trabalhadora.

A pressão pode ser feita por meio do WhatsApp, Facebook, Twitter ou por e-mail.

“É muito importante participar de todas as mobilizações de rua chamadas pela CUT, como o próximo dia 15 de maio e o 14 de junho, mas a pressão virtual pode ser feita toda hora, todo dia, pelo celular, tablet ou computador”, diz o secretário de Comunicação da CUT, Roni Barbosa.

O dirigente lembra, ainda, que vale a pressão feita pessoalmente nos aeroportos, bases dos parlamentares ou em qualquer evento nos quais eles estejam presentes.

Acesso da plataforma tem crescido

Um dia após o lançamento do NaPressão, as visualizações da plataforma tiveram quase 15 mil acessos. Vários sites e blogs divulgaram a plataforma de pressão para barrar a reforma da Previdência, que acaba com a aposentadoria de milhões de trabalhadores, entre eles a Revista Fórum, o site do PT e do Sindicato dos Bancários de São Paulo, o Viomundo e a Rede Brasil Atual, além de portais da mídia comercial, como Estadão e UOL, entre outros.

Em 10 dias no ar, a plataforma já teve quase 100 mil visualizações e a maior pressão foi feita nos parlamentares indecisos pelo WhatsApp, em especial os deputados do Cidadania, antigo PPS, como Marcelo Calero (RJ), Arnaldo Jardim (SP) e Daniel Coelho(SP).  

O parlamentar favorável à destruição da aposentadoria mais pressionado foi Tiririca (PR-SP), mais conhecido pela população por sua atuação como palhaço do que como deputado, que nas campanhas dizia que defenderia os interesses dos trabalhadores como ele.  

A favor da reforma da Previdência

Alexandre Frota – PSL/SP

Arthur Oliveira Maia – DEM/BA

Beto Pereira – PSDB/MS

Bilac Pinto – DEM/MG

Capitão Alberto Neto – PRB/AM

Cleber Verde – PRB/MA

Daniel Freitas – PSL/SC

Daniel Trzeciak – PSDB/RS

Darci de Matos – PSD/SC

Darcísio Perondi – MDB/RS

Delegado Éder Mauro – PSD/PA

Felipe Francischini – PSL/PR

Fernando Rodolfo – PR/PE

Filipe Barros – PSL/PR

Giovani Cherini – PR/RS

Guilherme Mussi – PP/SP

Heitor Freire – PSL/CE

Jerônimo Goergen – PP/RS

João Marcelo Souza – MDB/MA

Marcelo Moraes – PTB/RS

Marcelo Ramos – PR/AM

Paulo Eduardo Martins – PSC/PR

Pedro Paulo – DEM/RJ

Reinhold Stephanes Junior – PSD/PR

Ronaldo Carletto – PP/BA

Samuel Moreira – PSDB/SP

Silvio Costa Filho – PRB/PE

Valtenir Pereira – MDB/MT

Augusto Coutinho – SOLIDARIEDADE/PE

Capitão Wagner – PROS/CE

Dr. Frederico – PATRI/MG

Léo Moraes – PODE/RO

Paulo Ganime – NOVO/RJ

Vinicius Poit – NOVO/SP

 

Indecisos

Alex Manente – CIDADANIA/SP

Greyce Elias – AVANTE/MG

Professor Israel Batista – PV/DF

 

Contra a reforma da Previdência

Alice Portugal – PCdoB/BA 

André Figueiredo – PDT/CE

Mauro Benevides Filho – PDT/CE

Aliel Machado – PSB/PR

Carlos Veras – PT/PE

Gleisi Hoffmann – PT/PR

Heitor Schuch – PSB/RS

Henrique Fontana – PT/RS

Joenia Wapichana – REDE/RR

Jorge Solla – PT/BA

Lídice da Mata – PSB/BA

Sâmia Bomfim – PSOL/SP 

 

 

Fonte: CUT Nacional