Central Única dos Trabalhadores

Agentes do mercado financeiro recriam a crise de 2008, alerta Dieese

16 fevereiro, terça-feira, 2016 às 5:29 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

economia1

economia1

Especialistas em economia mundial afirmam que um novo “terremoto financeiro” está se aproximando, e terá efeitos similares aos do início da crise global, em 2008. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, afirma que esse fenômeno é motivado pela freada da economia chinesa, da brusca queda do preço do petróleo e da expansão do fenômeno dos juros negativos em países ricos.

Clemente afirma que a crise de 2008 ainda não foi superada e está sendo recriada por agentes do mercado financeiro, que segue majoritariamente sem regulação.

Para ele, a crise de 2008 criou insegurança na economia, e muitos países não conseguem realizar as mudanças necessárias para reverter o quadro. ”Os desafios não serão pequenos. Para o Brasil, resta promover a capacidade interna de crescimento econômico, mesmo que em taxas menores, mas sustentada por uma capacidade de investimento recuperada do setor público e privado.”

Para o analista, a conjuntura econômica brasileira, atualmente negativa, é reflexo do panorama mundial, notadamente na China. Ele afirma ainda que nem os Estados Unidos conseguiram retomar o crescimento econômico, depois da crise iniciada em 2008. ”Os Estados Unidos, que recentemente apresentaram um crescimento de 3%, começam a observar que o crescimento não repercutiu na geração de emprego, na dinâmica da economia, ou seja, não têm capacidade de promover crescimento do seu mercado interno. Portanto, não há uma sustentação para a continuidade de sua recuperação.”

 

Fonte: Rede Brasil Atual