Central Única dos Trabalhadores

CUT-RS e centrais debatem valorização do Piso Regional na Assembleia Legislativa

21 outubro, quarta-feira, 2015 às 5:47 pm

Comentários    Print Friendly and PDF

Centrais sobre piso1

Centrais sobre piso1

Bancada do PT na Assembleia Legislativa recebeu as centrais

A CUT-RS e centrais sindicais começaram nesta quarta-feira, dia 21, a mobilização na Assembleia Legislativa pelo reajuste de 11,55% no Piso Regional Salarial. As entidades se reuniram com os deputados da bancada do PT.

Estiveram presentes dirigentes da CUT, CTB, CGTB, Força Sindical, NCST e UGT, que entregaram um documento aos petistas com a pauta defendida pelas centrais.

“Este foi um ponto de partida de uma intensa jornada de visitas para buscar o convencimento das bancadas dos partidos na Assembleia Legislativa, a fim de garantir a aprovação de um reajuste digno para os trabalhadores gaúchos”, afirmou o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

Centrais sobre piso2

O secretário de Relações de Trabalho da CUT-RS, Antônio Guntzel, salientou que os parlamentares do PT assumiram o compromisso com as centrais de defender a reivindicação dos trabalhadores. “A bancada também se comprometeu a acompanhar todos os trâmites na Assembleia Legislativa para viabilizar que a votação do projeto ocorra até o dia 20 de dezembro, a fim de que o novo Piso Regional seja implementado na sua data base, que é 1º de janeiro”.

Deputados do PT manifestam apoio aos trabalhadores

“Sabemos qual é o nosso lado e vamos para a disputa. O Piso Regional está no centro do debate da política econômica de desenvolvimento do Estado”, afirmou o deputado Luiz Fernando Mainardi, líder da bancada do PT.

O presidente da CUT-RS lembrou que o Piso Regional foi criado no governo Olívio Dutra, na época em que o deputado Tarcísio Zimmermann era o secretário do Trabalho, Cidadania e Assistência Social.

“No governo Olívio Dutra, apresentamos a proposta de implantação do Piso Regional, o que garantiu ao Rio Grande do Sul a distinção de ter o maior salário mínimo do Brasil. Uma importante conquista para os trabalhadores e as trabalhadoras, da qual não podemos abrir mão”, reforçou Tarcísio.

Mainardi1

Valorização do Piso Regional

Durante a reunião, os representantes das centrais apontaram os pontos que são considerados fundamentais para a valorização do Piso Regional:

- reajuste de 11,55% para 1º de janeiro de 2016 (9,835% de estimativa do reajuste do salário mínimo previsto e 1,56% de aumento real, diferença entre a relação do menor piso e o salário mínimo vigente entre 2002 a 2004 e em 2015);

- alteração de faixas de categorias que apresentem defasagem na faixa atual;

- colocar o Piso Regional na Constituição do Estado, estabelecendo o critério de reajuste geral, levando-se em conta o crescimento da economia nacional e estadual, mais a inflação do período;

- incluir na lei a garantia do Piso Regional como vencimento mínimo aos servidores públicos do Estado.

 

Fonte: CUT-RS com PTSul